• Gabriela Braun

Mãe: "é a aquela que ensina à gente, o que a gente deve querer"

Essa frase é a definição de mãe para Andrés Felipe Bedoya, de 8 anos, no livro "A casa das Estrelas." Você já parou para pensar como seu filho à vê?

Ser uma mãe consciente exige que você aprenda a reagir à realidade de um jeito diferente daquele que esta acostumada. Precisa aprender a usar a razão é não apenas o impulso cego de impor a nossa vontade sobre o outro. Quando fazemos isso nossos filhos passam a se conectar conosco em uma relação de confiança. Se seu filho tem medo ou não confia em você isso significa que você não atende as suas necessidades emocionais ou não o ensinou a lidar com suas próprias emoções.

No livro "Pais e mães conscientes", a autora defende que: “Somos nós que ensinamos nossos filhos a serem provocadores, dominando seus espíritos e silenciando suas vozes.” “Somos nós que ensinamos nossos filhos a mentir para nós, ficando zangados com eles quando nos dizem a verdade.” “Somos nós que ensinamos nossos filhos a temer as aventuras, recompensando seus sucessos e repreendendo seus fracassos.” “Somos nós que ensinamos nossos filhos a não prestar atenção e ser distraídos, inundando suas vidas de atividades, sem deixar espaço para ficarem tranquilos em silêncio.”

A conexão que você estabelecerá com seu filho depende da abordagem que você irá adotar. Se faço valer a minha vontade sem levar em consideração a vontade do outro vou me distanciando da confiança e do respeito. Crianças cooperam com quem admiram. Isso faz sentido pra você?

Marque aqui uma amiga que você acredita que esse texto pode ajudar.

3 visualizações

(51) 98179-3735

©2019 by Maternidade Além do Infinito.